quarta-feira, 31 de outubro de 2007

plus ça change

"O amor nos tira o sono, nos tira do sério,
tira o tapete debaixo dos nossos pés,
faz com que nos defrontemos com medos e fraquezas
aparentemente superados, mas também com insuspeitada
audácia e generosidade. E como habitualmente tem um fim
- que é dor - complica a vida.
Por outro lado, é um maravilhoso ladrão da nossa arrogância.
Quem nos quiser amar agora terá de vir com calma,
terá de vir com jeito.
Somos um território mais difícil de invadir,
porque levantamos muros,
inseguros de nossas forças disfarçamos a fragilidade
com altas torres e ares imponentes.
A maturidade me permite olhar com menos ilusões,
aceitar com menos sofrimento,
entender com mais tranqüilidade,
querer com mais doçura.
Às vezes é preciso recolher-se".

(Lya Luft)

Filme: Plus ça change. Direção: Christopher Tuckfield, Austrália.

3 comentários:

Maitê disse...

Bons tempos aqueles que eu devorava os livros da Lya. Adoro os romances dela. Se bem que li até os últimos, meio de auto-ajuda.

Abraços

Cacá BH disse...

nossa... belo poema... ando lendo muito coisa da lya ultimamente...
ela tem um jeito de se expressar maravilhoso!!
beijos!

Luciana Pessanha Pires disse...

Poema lindo, Camilinha! Gosto da Lya.
Bjo