sábado, 6 de outubro de 2007

sobre a vida...

Pode parecer piegas, pode parecer qualquer coisa de bom ou mau, mas é fato: eu amo a vida. Amo ser quem sou, amo meus amigos, meu trabalho, minha família. Enfim, todo o pacote agrada. Podia ser melhor? Sim, claro, sempre queremos mais. E este "impulso vital" é necessário e muito bem-vindo. É ele que faz a gente continuar na batalha, seguir em frente e lembrar do Gonzaguinha: "É a vida, é bonita, é bonita e é bonita".

Lembro também dessas figuras aqui:

"Na vocação para a vida está incluído o amor, inútil disfarçar, amamos a vida. E lutamos por ela dentro e fora de nós mesmos. Principalmente fora, que é preciso um peito de ferro para enfrentar essa luta na qual entra não só o fervor mas uma dose de cólera, fervor e cólera. Não cortaremos os pulsos, ao contrário, costuraremos com linha dupla todas as feridas abertas."
[Lygia Fagundes Telles]

“Vim para amar e ser desamado, vim para experimentar dúvidas e contradições. São as contingências do existir. Que importa o mundo e suas ilusões defuntas? A vida, quero vivê-la.”
[Murilo Mendes]

"A vida é maravilhosa, mesmo quando dolorida. Eu gostaria que na correria da época atual a gente pudesse se permitir, criar, uma pequena ilha de contemplação, de autocontemplação, de onde se pudesse ver melhor todas as coisas: com mais generosidade, mais otimismo, mais respeito, mais silêncio, mais prazer. Mais senso da própria dignidade, não importando idade, dinheiro, cor, posição, crença. Não importando nada".
[Lya Luft]

Um comentário:

Cacá BH disse...

Oi Camila!!! Já te adicionei no meu blog... Bom, sobre a vida... Sim, é meravilhoso viver... Adorei as citações que vc colocou... E claro, a música é simplesmente perfeita... "Viver,,,, e não ter a vergonha de ser feliz..."
E assim, vamos que vamos!!!
Beijos!