domingo, 14 de outubro de 2007

venter auribus caret

"O Nunca Mais não é verdade.
Há ilusões e assomos, há repentes
De perpetuar a duração.
O Nunca Mais é só meia-verdade
Como se visses a ave entre a folhagem
E ao mesmo tempo não."

Hilda Hilst

2 comentários:

Lapa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Leila Lopes disse...

Hilda é sempre um assombro. Camila, obrigada pela presença. Volta sempre.
Boa semana!
Bjs

Ps. Conheça também a revista cultural eletrônica Diversos Afins:
www.diversos-afins.blogspot.com