sábado, 31 de maio de 2008

e a cama só pra você

O melhor e o pior dos mundos de morar sozinha:

É uma delícia porque:
- O silêncio é bom, reconfortante e faz pensar.
- Não presto contas a ninguém sobre nada: aonde vou, com quem vou, quem me visita, o que falta (ou sobra) na minha geladeira, se limpo a casa hoje, amanhã ou depois. Total liberdade de ações, pensamentos e atitudes. É bom, viu!?
- Fazer uma festa ou reunir os amigos sem qq motivo explícito é muito simples e não requer autorizações paternas. Basta agendar, fazer umas compras e esperar o pessoal chegar. Assim, sem complicações. E, claro, vai até a hora que estiver divertido.
- Da mesma forma, trazer alguém para jantar. Ou fazer uma sessão de cinema com pipoca. Ah, tudo o que você quiser, compreende? rs
- Não ter que disputar a televisão, o som, o dvd e o pote de Nutella com ninguém... :)
- 3 horas no telefone, sim. De madrugada, e daí? O problema é meu, unicamente meu. Eu que pago as contas, eu que mando aqui. Hehehe

Nem tudo são flores quando:
- Acaba ou queima a luz.
- Aparece uma maldita barata no banheiro - tenho asco master de baratas e demais bichos peçonhentos.
- Queima a resistência do chuveiro, a televisão insiste em não ligar ou o computador resolve tirar uma da sua cara e pára de funcionar.
- Sempre –eu disse sempre- é a sua vez de lavar a louça, limpar a casa, fazer comida, ir ao supermercado. Se você não fizer, ninguém fará por você. Simples assim.
- Você está doente e precisa, mais do que qualquer remédio de farmácia, de colo, carinho e atenção.
- Você está triste e precisa, mais do que qualquer remédio (de farmácia ou não), de colo, carinho e atenção.
- Você chega morrendo de vontade de contar para alguém as coisas que aconteceram durante o dia (ou durante a noite hehehe). Mas este alguém infelizmente não está lá. E muitas vezes o telefone e o msn não são suficientes.

Um adendo que compreende os 2 lados da questão: É, ao mesmo tempo, bom e ruim porque você corre um sério risco de se acostumar com a solidão. Da mesma forma que é bom gostar da sua cia e ficar numa boa curtindo a sua casa, é complicado pensar que com a auto-estima num nível aceitável, fica ainda mais difícil aceitar os defeitos e manias do outro. Você está bem com você, vive numa boa, só vai trazer para dentro de casa quem vier para somar. Fica mais exigente consigo e com os outros, não aceita qq um, ou seja, os níveis de exigência aumentam consideravelmente.

Tudo isso porque hoje fui ligar o dvd, e o safado não ligava. Fui tentar arrumar, e a televisão resolveu se unir a ele e morreu também. Deve ser problema de mau contato nos fios. E nessas horas eu penso como seria bom ter alguma boa alma em casa com um conhecimento mínimo de fios e elétrica. Ou então que tudo na minha casa fosse wireless, tudo mesmo. Fios não servem pra nada, dão muitos problemas e acumulam pó. E claro, com a tv ligada, seria bacana ter alguém para assistir um filminho. O eleito do final de semana é “Desejo e Reparação”, parece ser muito muito bom, assim como o seu antecessor, “Orgulho e Preconceito”.

Ainda bem que a noite promete, sem tv e sem dvd e com outras coisinhas ainda melhores, rs :)))

8 comentários:

Pedrita disse...

os porteiros e zeladores são perfeitos para esses servicinhos domésticos. bom, em casa nós dividíamos tudo, louça, roupas, então não mudou nada. e qd a situação financeira é melhor faxineiras resolvem boa parte das tarefas. e roupas que não precisam passar idem. tenho uma coleção delas. hj os deliveries resolvem bem a questão da farmácia. meu blog resolveu a questão de chegar com vontade contar a alguém. se vc mora em um ap corre pro interfone e pede socorro pro porteiro. é infalível. beijos, pedrita

Omar Contato disse...

Ou ainda:
Vc pode ligar prah PORTO, do seu telefone, assim:

333-PORTO ...

Qto aos fios, a tv e o dvd,,, dever um problema de mar contato...

E orgulho e preconceito, eu achei o livro... advinha onde? eheheh
de graça... jogado na pilha de jornais... bjs corinthianos

Macabéa disse...

Nossa!!!!!!!!!!!!!!!!! O puxão de orelha nas trÊs horas de conversa na madrugada de ontem valeu mais que a pena. Arrasou com o post hein... amei querida. Amei mesmo. Isso sim é o gênero de post. Totalmente pessoal, de um ser humano que tem muito a dizer, e sabe fazê-lo. Eita pessoa que vicia. rsrsrsrsrs

Sabia que te adoro, amiga? E aí... conta tudo da noite... quando liguei te achei bem feliz... espero que este seja o início de algo muito, mais muitoooooooooo especial em sua vida. Nos próximos encontros vamos marcar os quatro? beijo grande e um ótimo
Show da Maria Rita. Fuiiiiiiiiiiii.

Macabéa disse...

Aviso: Comentei vários posts abaixo deste... confere quando puder. beijos.

Macabéa disse...

Só uma das três primeiras da listinhas... pensei que fosse a primeira, rs. Conta as novidades, estou muito curiosa.

disse...

Pra mim a única coisa realmente ruim é essa parte da barata. O resto, a gente contorna. rs. Mas morar sozinha deve ser mais bom (calma, termina de ler, antes de achar que eu sou uma semianalfa. :P) do que ruim, apesar de, surpreendentemente, a tua lista ter mais itens na parte ruim. :(

Menina, saudades dos teus comentários gentis. Bjs, linda.

alua.estrelas disse...

Nossa, há tantos prós e contras de morar sozinha, né? Vai de cada um escolher o que vale realmente à pena. Fico como você, optando pelos pormenores que afagam nossa alma que busca mesmo é qualidade...
Obrigada pela visitinha e apareça sempre.
Bjos.

aeronauta disse...

Adoro morar sozinha, apesar de concordar com sua lista que mostra o lado ruim.
Gostei do tom confessional de seu blog.
E obrigada por incluir o aeronauta na lista aí do lado. Um abraço.