quinta-feira, 13 de agosto de 2009

pelo dia 10 de agosto de 2009


Imagem tirada daqui: http://grifatexto.blogspot.com/

Julio Cesar foi um dos caras mais geniais que eu já conheci. Um pai que incentivava a leitura nos filhos de uma forma muito lúdica, que dava gosto de ver. Um cidadão íntegro que fazia questão de ser honesto e fazer o bem. Um marido que continuou amando - e desejando - a mulher mesmo com câncer. Um leitor voraz de muita coisa, de Clarice a Baudelaire. Um homem intenso que não aguentou as dores da alma e do coração.

O tempo de convívio com JC foi pequeno (1 hora e meia de viagem SP - Santos, 2 visitas à entidade assistencial Casa Vida I, 2 ou 3 conversas no msn e 1 telefonema) mas o suficiente para ganhar a admiração eterna da amiguinha aqui.

Fica em paz, meu brother. Teu único defeito (?) foi amar demais.

2 comentários:

Ju disse...

aaffffff.......lágrimas.

renata disse...

ah.. tão ruim isso, né? o ruim é a saudade q fica. eu q o diga.. =/
bjs. bom final de semana!!