terça-feira, 19 de outubro de 2010

sobre as minas internas

Esse problema todo com os mineiros chilenos fez grande parte do mundo sofrer, todos assistiram de camarote o sofrimento dos coitados e, depois, felizmente, o resgate de todos, vivos e aparentemente saudáveis.

Trazendo para minha realidade, que talvez seja semelhante à sua, fiquei pensando: Caraca, os caras ficaram presos no interior de uma mina a 700 metros de profundidade, em pleno deserto do Atacama, mas graças à tecnologia e esforço da equipe de resgate e esforço e trabalho em equipe deles também, conseguiram sair praticamente ilesos após 70 dias de confinamento.

Claro que o nível dos problemas não se compara, mas vale aqui uma breve analogia sobre o caso. E eu, que tenho uma vidinha pra lá de boa, levei muuuito mais tempo para sair de algumas "minas internas" em que me menti. Talvez uma ou duas tivessem mais de 700 metros, é fato, mas precisava sofrer tanto? Como diz aquela música do Jorge Ben: "Será que vale a pena tanto sacrifício/ será que vale a pena tanto compromisso?"

A resposta é: Não, não precisava. Por isso, já prometi a mim mesma e aos anjos e santos que me guiam que serei um pouquinho mais racional daqui pra frente. O coração ainda pulsa -e como- mas vamos deixar para sofrer quando houver um motivo real e digno, né?! E aproveitar cada minuto - intensamente. Assim como esses caras, que após darem palestras, aparecerem em programas de TV e tal, certamente darão um outro sentido à vida.

Obs: A minha equipe de resgate pessoal, que inclui amigas + que queridas (Ju, Sil, Lu), as amigas do blog (Jennifer, em especial), a Nice e Silvia (chefes da equipe rs), e a todos aqueles que me ajudaram a sair do buraco, o meu muito obrigada, sempre. :-)

3 comentários:

Cynthia Gonçalves disse...

Que gostoso ler este texto!
Como é bom perceber que você está sarando flor, e sarar não segnifica nunca mais sentir aquela dorzinha fina dentro do peito, sarar significa conseguir tirar proveito da situação e fazer diferente, e fazer diferente não significa perfeição, e sim perseverança.

Andréia disse...

a gente se enfia em uns buracos que só mesmo uma cápsula especial para nos tirar de lá. que bom que você está conseguindo voltar pra superfície. você merece ver a luz do sol brilhar todos os dias!
beijos

Fernanda disse...

essa história dos mineiros do Chile... isso sim é um verdadeiro reality show! na necessidade, na hora do 'vamos ver', todos se ajudam, cooperam uns com os outros.

gostei do seu blog, de muito bom gosto :)

bjos!